pic

Desde seu nascimento, antes mesmo de sua concepção, ainda no ventre materno, o ser humano enfrenta inúmeras dificuldades. Ao nascer , a criança perde a segurança e o conforto do ventre materno, sendo lançada para fora, para poder viver a vida, e a partir daí começar a entender seu verdadeiro sentido. No choro o primeiro sentimento de dor e tristeza pela perda, começando ai sua grande jornada.
 
A jornada da vida muitas vezes não e fácil, vem carregada de inúmeras escolas que querem nos formar, com ensinamentos que nos edificam, e outros que por muitas vezes nos paralisam. A verdade e que cada um deles sendo bons ou ruim, nos faz aprender uma lição que em algum tempo determinado da vida, será preciso utilizá-lo, ou servira para nos mostrar a forma ao qual devemos enfrentar as adversidades do caminho que concerteza nos esperam.
 
Aprendemos como primeira lição, que no decurso deste caminho, sempre teremos duas possibilidades de escolha, que sempre será preciso decidir, por aquilo que e melhor ou que nos fará felizes. Mas muitas vezes, somos levados a ouvir vozes que nos instigam a mudar a rota, alterar o caminho, ou mesmo que peguemos um caminho mais curto, um atalho, diferente daquele caminho que estávamos percorrendo, e em determinado momento, olhamos para trás e não reconhecemos o lugar onde estávamos, olhamos pro nosso lado e não há mais lugar para ir, e ao querer seguir em frente, notamos que o caminho termina, e outras vezes o caminho se abrem em outros vários caminhos, e não sabemos mais como caminhar...nos perdemos!
 
O medo invade o coração, e ao mesmo tempo a angustia de ter tomado um caminho errado nos enche de incertezas, e neste momento olhamos para dentro de nos e lembramos que num determinado momento da jornada, alguém nos apresento DEUS . Nos ensinou a essência de amar, e de aprender sobre ao amor, que são em momentos difíceis que devemos tomar a decisão, se queremos ir ou ficar, sorrir ou chorar. E nessas horas  coração cheio de amor, se decide em recomeçar, dar um passo de conversão, reconhecendo seu erro e humildemente retornar.
 
Retornar na jornada da vida onde tudo saiu do lugar, onde o olhar que estava fixo em DEUS, se fixou nos problemas e muitas vezes no próprio ego. Voltar ao lugar onde tudo deu errado, com a esperança de recomeçar.
 
Muitas vezes passamos por inúmeras circunstancias que nos fazem perder o chão, adversidades que nos paralisam, nos machucam e nos fazem chorar. Por vezes não entendemos o que passa, mas com o passar do tempo compreendemos que tudo não passava do cuidado de DEUS. As vezes Deus permite algumas situações em nossas vidas, não para nos punir ou castigar, mas para nos ensinar, nos moldar e nos fortalecer.
 
Assim, como o ouro a prata são provados pelo fogo, assim muitas vezes e pela dor que Deus prova seus filhos, não por querer o sofrimento, mas por saber que através do sofrimento nos tornamos pessoas melhores. E provados, buscamos em Deus refugio, como farol para nos mostrar o caminho.
 
Deus conhece o coração daqueles que o procuram, e sabe o que cada um de nos conseguimos suportar, e Ele jamais nos permitiria ir há algum lugar onde sua destra não conseguisse nos alcançar. O que realmente faz diferença em nossas vidas, não é aquilo que passamos e sim a forma e com quem a gente passa.
 
O sofrimento e inevitável, mas no final cabe a nós escolher se queremos apenas sofrer ou aprender com o sofrimento, ou mesmo se queremos passar por ele sozinhos, ou na presença de DEUS. Cristo morreu na cruz para que fossemos livre, e é esta liberdade que no final define o sentido de nossas vidas, como terminara a nossa jornada. 
 
Deus nos espera e não nos cansa de esperar, então cabe a nos decidir, afinal a porta do coração de Deus sempre estará aberta, pra gente sair ou entrar, mas se a gente quiser, podemos ficar e ceiar com o Senhor!
 
Luciano César
Vínculo I - CMHN