pic

Posso afirmar: A Cura também dói. Quero ilustrar isso para você, contando o que eu experimento constantemente. Anos atrás descobri em uma consulta ao Dentista, que desenvolvo facilmente placa bacteriana nas gengivas. Por isso preciso me submeter de 3 em 3 meses à um tratamento chamado Raspagem Dental para retirada do acúmulo de tártaro.

Vamos descrever um pouco do que acontece nesse tratamento: Bom o primeiro ponto é que se faz necessária a anestesia na maioria dos casos; o tratamento feito com uma sonda que atua nas gengivas,ao meu ver de forma bem intrusiva. O que mais me incomoda é a agulhada da anestesia no Céu da Boca; após o tratamento de cada área da boca, e claro ao cessar o efeito da anestesia a dor permanece por alguns minutos.

Mas saibam o resultado desse tratamento é magnífico, e trás a saúde bucal de volta.

Bom chega de ciência! rs.

Com isso quero levar você à uma reflexão. Como diz Bruno Camurati: "Pra curar as vezes precisa doer". Isso é uma grande verdade; a maioria dos processos de cura são permeados por dores. Parece contaditório mas não é, pois, uma cura bem sucedida tem seu preço.

Não tenha medo de deixar Deus tocar. Vai valer a pena.

Submetamos ao processo de cura, deixemos Deus usar os métodos que Ele achar necessário; o resultado será a saúde de nossa alma de volta.

Eu quero e você?

João Victor Mariano 
Fundador e Moderador Geral - CMHN