pic

Amados irmãos, Salve Maria, Esposa do Espírito Santo! A paz do Senhor esteja com vocês.

Neste dia de hoje, gostaria de partilhar com vocês um tema que tem incomodado muito os nossos corações e o qual tenho partilhado muito entre amigos: como viver o tempo de Deus? Como saber esperar este tempo atentos à verdadeira vontade de Deus?

Quando estamos buscando de Deus algo para a nossa vida, seja a cura de uma doença, passar em um vestibular, conseguir um emprego, ver  a nossa vocação concretizada, corremos o risco de deixar que a nossa ansiedade nos leve a um caminho muito perigoso, o “desespero”. 
 
E este caminho nos leva muitas vezes a turvar nossa visão para o melhor de Deus para a nossa vida. Achamos que nossas necessidades são urgentes, nos enchemos de questionamentos preocupados como se disséssemos a Deus: Senhor, anda rápido porque tenho contas a pagar; Senhor adiante-se, preciso resolver minha vocação, estou envelhecendo; Senhor, não vê que já estou perdendo tempo com os estudos e não consigo passar em “tal curso”? - são vários os questionamentos que fazemos a Deus e, são exatamente nestes momentos que o desespero bate à nossa porta.
 
E é exatamente neste momento que devemos nos apegar nas palavras do Senhor quando Ele diz: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu” - Eclesiastes 3,1.
 
Porque então, nos desesperamos? Ainda neste capítulo, o Senhor define um tempo para cada coisa, um tempo para chorar e outro para sorrir, para plantar e para colher e assim por diante...
 
E ainda mais: “Deixo a paz a vocês; a minha paz dou a vocês. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbe o seu coração, nem tenham medo.” João (14,27)
 
O desespero obscurece a claridade que nos mostram os atalhos para encontrar os caminhos corretos os quais Deus concretizará suas promessas em nossas vidas. Saber esperar é atitude de santo. Saber esperar é certeza de vitória.
 
Santa Tereza d’Ávila nos deixa um conselho:
 
“Nada te perturbe,
nada te amedronte.
Tudo passa,
a paciência tudo alcança.
A quem tem Deus nada falta.
Só Deus basta!”
 
Que possamos então nos apoiar em Cristo Jesus, na intercessão e exemplos da Virgem Maria e de todos os santos, a saborear verdadeiramente o tempo proposto por Deus para nós, a fim de que sejamos realmente realizados no melhor que Ele deseja em nossas vidas.
 
Amor à Imaculada!!!
 
Carolina Fonseca
Vínculo I - CMHN